sexta-feira, 9 de maio de 2008

A historia do Contestado e sua Divulgação em território Catarinense.

Hoje a Universidade do Contestado leva o nome, que de imediato nos redireciona a pensar na “guerra do contestado”, tanto estudada no ensino médio, e hoje ainda na faculdade. Porem a única coisa que vemos na universidade sobre o Contestado é o nome da faculdade e uma matéria que é oferecida em todos os cursos em sua maioria na primeira fase chamada: “Historia do Contestado”. Más nada passam disto, não temos exatamente uma divulgação boa sobre o que foi a guerra do Contestado. Apesar de que é errado ligarmos de imediato o nome “Contestado” a esta guerra épica, pois tem muitas coisas ligadas “por traz” que na escola não é falado, e se é, é muito pouco comentado. Ai que entra esta matéria, que do contrario do que aprendemos na escola, a Historia do Contestado, ajuda muito os que ainda não compreenderam, e os que já sabem ajuda a se aprofundarem mais no tema, pois não visualiza somente a guerra, e sim todos os fatores, que ajudaram esta guerra ser uma guerra de orgulho do nosso povo, afinal esta é a nossa história, não devemos nos esconder dela, desviar dela ou esquecê-la.

Más com o ponto positivo que temos com esta matéria, têm pontos negativos em todo o resto, por que afinal não existe mais nada, uma vez e outra tem um teatro sobre a guerra, ou uma palestra, mas isto é muito raro, tão raro que já nem lembro da última vez que teve algo relacionado. Mas também ponto positivo para a cidade que às vezes oferece um grande teatro com atores globais, tudo isto movimentado a um grande evento que faz com que as pessoas vivam a historia, e valorizem ainda mais a cultura do povo.

Voltando a faculdade, que alem de ter uma divulgação mínima sobre isto, recentemente cortou o curso de Historia da universidade, que poderia ajudar muito com a divulgação, teatros e seminários sobre a guerra. Porem o que dizem os boatos o curso foi fechado por falta de alunos, mas o curso não foi nem aberto para ver o interesse de um público-alvo, assim não dando chance para outros, por que todos os anos anteriores foi um fracasso. Além do erro da faculdade, sempre tem os que não tem interesse, e estes eu costumo chamar de ‘câncer’ pois um que não quer nada com nada influência outro, e assim sucessivamente, fazendo com que o professor de aula para um “bando” dê desinteressado, assim então a “coisa” não vai para frente, e não rende.

È importante ressaltar, que além da ótima matéria de Historia do Contestado temos professores interessados e com muita força de vontade e determinação, que dão muito por seus alunos, e se dedicam o máximo para que aqueles que não sabem muita coisa, e até mesmo aqueles que não querem nada com nada, aprendam todos iguais, se não fosse por isto, digo que não valeria a pena tentar aprender, ou adquirir maior conhecimento, pois se nem o professor não se interessa, mais vale pesquisar tudo na internet. Ainda bem que este não é o nosso caso, devemos considerar o professor que temos, e suas aulas, que ajudaram os alunos que ainda não aprenderam, pois agora levam alguma coisa da historia da nossa terra com si próprio e podem passar essas informações para seus filhos, seus conhecidos e amigos.

A cultura que herdei dos meus pais, será a cultura que meus filhos iram herdar de mim, os conhecimentos que adquiri freqüentando o banco escolar e o que estou adquirindo com o passar do tempo na universidade, certamente irá ser o que eu vou ensinar aos meus filhos, assim como meus progenitores fizeram comigo, mesma educação, mesma cultura. Assim como os costumes do caboclo, hoje temos vários, como o poder de cura que o chá tem, ou sua culinária, que de tão gostosa hoje ainda usufruímos dela. Mas todo esse conhecimento é passado pelos familiares toda a cultura que é viva ainda hoje, e creio eu que esta longe de morrer, pois costumes como este não se perde fácil.

De fato, não seria um dever, e nem uma obrigação da faculdade fazer divulgação sobre a Guerra do Contestado em si dentro da universidade por ela levar o nome “Contestado”, pois se fosse “Universidade Farroupilha” iria ser a mesma coisa que é hoje, o caso é que a faculdade leva este nome, como uma sincera homenagem aos caboclos que aqui lutaram e defenderam o que é nosso por direito, e por que divulgação maior do contestado que dando o nome da universidade com o mesmo. Pois assim faz as pessoas terem um interesse maior sobre o que foi o contestado, por que para se ter uma faculdade, que é o maior lugar onde se concentra o conhecimento, com este nome, é por que alguma coisa muito importante foi e como a faculdade ganhou este nome, e divulgou muito o Contestado, mais tarde surgiram outras pequenas empresas com o nome “contestado. E aqui é o ponto que a faculdade quer que as pessoas cheguem, com o nome “UnC – Universidade do Contestado”, a pessoa que lê isso, fica com o Contestado em seu subconsciente e se não sabe que foi uma das maiores guerras e ainda não estudou sobre isto na escola, vai ter a chance de estudar na própria universidade pois a matéria Historia do Contestado, serve como auxilio para aqueles que ainda não tem o conhecimento necessário, tenham a chance de obter pelo menos uma base do que é o Contestado, principalmente para alunos que estudam na UnC. Assim sendo, temos apenas que aproveitar o que é oferecido, pois não se sabe quando iremos ver novamente as grandes historias contada de nosso povo, que aqui lutou, e aqui morreu, nas cidades em que vivemos hoje. Então tenhamos orgulho em dizer que nos somos um povo pós-contestado, e que vivemos nas terras que de luta foram conquistadas pelos caboclos da nossa região


O pensamento é o ensaio da ação

Seguidores


Somente pela negação da vontade, pela castidade, a pobreza, o amor e o jejum, pode-se atingir a sabedoria.
Ocorreu um erro neste gadget