quarta-feira, 11 de outubro de 2006



Sei que fui totalmente contra os meus principios na tentativa de mais uma vezver se dava certo, na tentativa de ficar ao seu lado, e ver voce sorrir, chorar, e ficar alegre com tudo.
Estar com voce mais uma vez foi otimo, fizemos coisas que nunca fizemso antes. Havia dito que não que nunca mais, mas fazer o que se sou um eterno apaixonado por uma pessoa que sempre muda, muda conforme a estação,
e acha que eles não saum perfeitos e que não combinam
o seu sorriso para mim, é como a aurora boreal, que tão deslumbrante forma no céu toma e que quando sorri, me joga para um mundo somente seu.
A sua pele rosada e vermelha, sua pele suave e delicada, como o vento, que me faz voar em meus pensamento, perguntando pq?
Por que eu estaria escrevendo essa carta?
Por que não podemos nos encontrar?
por que não se falamos?
por que? por que?
fico cada dia mais triste,
imaginando onde voce está agora
oq estaria fazendo?
lendo bilhetes apaixonados?
e quando eu acho que ja te eskeci voce volta, e transforma as coisas novamentes
mas agora de um geito diferente
outro dia estava pensando que morreria por voce.
morreria para ter voce me amando
daria a vida para ter o seu amor
Morreria como um homem apaixonado, tendo a sua garota em seus braços por uma ultima vez
mas assim morreria feliz, como ninguem nunca morreu.
Sabendo que um dia voce me amou de verdade.
Te Amo

Nenhum comentário:


O pensamento é o ensaio da ação

Seguidores


Somente pela negação da vontade, pela castidade, a pobreza, o amor e o jejum, pode-se atingir a sabedoria.
Ocorreu um erro neste gadget