terça-feira, 27 de fevereiro de 2007

Oi! escrevo para tentar ser o maximo possivel transparente, e para parecer o maximo comigo no texto pelo qual escrevo.Venho em busca de um texto de amores, preciso falar do amor! Hoje tenho 1 unica inspiração para escrever, essa inspiração é uma garotapela qual eu me sinto bobo quando estou ao seu lado..eu falo coisas realmente sem graça, apenas para lhe impressionar!mas eu me sinto maravilhosamente bem ao seu lado!voce me faz tão bem! o geito como me olha, o geito como me abraça, como sorri para mim,quando me beija, seus labios quentes tocam os meus, e é completamente maravilhoso!pena que isto não dura para sempre, e que talvez a proxima vez que eu escreva isto,eu esta com outra pessoa na cabeça!"os amores duram uma semana!" ; não trago um texto plausivel hoje, mas trago algo mais profundo,algo que esta batendo la dentro! o amor; uma coisa pronfunda, e que fazas pessoas mais dificis escrever sobre ela, penssar sobre ela, e chorartudo isso por amor! então em um ultimo paragrafo.ame a tudo oq voce tem. "Carpe diem quam minimum credula postero"(colha o dia, confia o mínimo no amanhã)

4 comentários:

acidez gratuita disse...

eu amo quando você é você mesmo nos textos, eu amo a sua sinceridade, eu realmente faço criticas e fico feliz quando vejo que você recebe bem elas!

O melhor exemplo disso é esse texto! Entende o que eu dizia quanto ao "ser você" nos textos agora? Eu vejo o viktor ai, um dos meus melhores amigos, a pessoa que eu mais falo merda no msn, uma pessoa, realmente adimiravel!

beijos

André Burgos disse...

se puder coloca meu link no teu que eu coloco o seu no meu ;]

http://www.chaverde.wordpress.com

saboreie!

e eu vivo a inventar os amores disse...

surreal,viktor!
deveras impressionante seu escrito.
parabéns!
de fato amamos hoje e em uma semana esquecemos.

amo-o poeta!

Viktor Zanini disse...

esse texto ja não teria e mesma inspiração se eles foce escrito hje, meu amor de uma semana ja é outro!
beijos tete, beijos paula!


O pensamento é o ensaio da ação

Seguidores


Somente pela negação da vontade, pela castidade, a pobreza, o amor e o jejum, pode-se atingir a sabedoria.
Ocorreu um erro neste gadget